Exclusivo: Entrevistamos o criador da série “Os Oblongs”

Logo de cara, a série Os Oblongs causa certa estranheza nos mais puritanos: o núcleo principal, que é a própria família Oblong, é formada por um pai que não tem braços e pernas, a mãe é careca, os filhos mais velhos são gêmeos siamaeses, a caçula tem um tumor nojento saindo da cabeça… E por aí vai.

Esses personagens saíram da mente insana do jovem escritor Angus Oblong, que mal tinha vinte anos quando a sua série estreou na TV.
E não saiu do jeito que ele queria: Angus queria chocar ainda mais. Não conseguiu por dois motivos: a série foi cancelada com 13 episódios, dentro dos quais ele sofreu algumas censuras por parte da Warner Bros., que produziu o desenho.
Por alguns anos Os Oblongs continuou sendo exibido no Adult Swim, faixa nobre de desenhos adultos do Cartoon Network. E o canal seriamente avaliou a possibilidade de produzir novos episódios; mas a ideia nunca avançou.
No Brasil, na TV aberta a série foi exibida na madrugadas do SBT e depois passou para o horário nobre, e só saiu do ar devido à pouca quantidade de episódios. A audiência, por outro lado, era sempre satisfatória.
Se muitos têm medo do que pode sair da cabeça doentia de Angus Oblong, a contrario sensu, a ele não faltam simpatia e bom-humor. E foi assim, sob efeito de narcóticos e com um odor difícil de descrever, ele topou conceder uma entrevista exclusiva ao NÃO DEIXE, na época que ainda estávamos no outro blog. Foi a primeira vez que Oblong conversou com um site sul-americano.
Confira e divirta-se!
 
NÃO DEIXE Por muito tempo, eu pensei que você fosse um homem velho. Pensei isso baseado nas informações que encontrava a seu respeito na internet. Mas não, você é muito jovem! E não gosta muito de superexposição, ao que parece. No Facebook, você disse que odeia todo mundo… Você é uma pessoa reservada, ou só um assassino em potencial?
 
Angus Oblong Haha. Essas são as minhas únicas opções? Se forem, eu suponho que sou um assassino em potencial. Não, não, sou uma pessoa reserv… Não, um assassino em potencial.
E é verdade, eu sou jovem. Muito jovem. Eu completei 30 em 2011 e em breve estarei morto. Mas estou bem com isso.
Quando eu disse no Facebook que odeio todo mundo, era mentira. Tem uma pessoa de que gosto. Esqueci quem é.
 
NÃO DEIXE Você tem mesmo uma paixão por palhaços e outras coisas assustadoras, não é?
 
Oblong Eu nunca tinha pensado nisso antes, mas eu acho que tenho. Mas só se as coisas assustadoras forem também divertidas. Eu não gosto do horror por si próprio, mas tão-somente se ele puder fazer alguem sorrir ou dar risada. Ou vomitar. Ou mijar. Ou talvez querer comprar brinquedos. 
 
Livro “Creepy Susie and 13  other tragic tales
for troubled children”
, que inspirou

a criação de The Oblongs
NÃO DEIXE Certa vez, eu li que “The Oblongs” não saiu do jeito que você queria. Mas eu gostei. O que faltou à série? Eu sei que já faz muito tempo, mas nós realmente gostamos do seriado, há tantas coisas que queremos saber.
 
Oblong O programa não saiu do jeito que eu originalmente pretendi. Mas isto é Hollywood! O estúdio que comprou queria um programa irascível, então eles arranjaram uma mente criativa irascível (é de mim que estou falando aqui), e eles contrataram essa mente irascível (eu de novo) pra causar um choque cultural nos telespectadores, daí eles reduziram de tal modo até que ficasse igualzinho a Os Simpsons. Que não é irascível, aliás.
 
 
NÃO DEIXE –  A série não foi bem recebida na TV aberta, mas teve uma sobrevida no Adult Swim [faixa de desenhos adultos do Cartoon Network]. Você não acha que vendeu o seu produto para a emissora errada? Eu também acho que a TV à cabo seria mais apropriada.
 
Oblong A decisão não foi minha, na verdade. Foram os meus agentes. Eles aparentemente estavam dando preferência a quem desse o maior lance do que a quem realmente tivesse mais estômago pra produzir um programa realmente foda & divertido. Os três maiores licitantes para Os Oblongs foram The WB, FOX e Disney. Ha. Disney. Meus agentes foram com a The WB porque eles ofereceram mais dinheiro. Tens que amar esses agentes! Eles são uma raça de animais viscosos, de fato.
 
 
NÃO DEIXE Como você lida com as comparações com “Os Simpsons?” E como você lida com perguntas como essa?
 
Oblong Eu quis que Os Oblongs fosse seu próprio show; completamente original; diferente de qualquer um por aí. Mas a emissora queria que Os Oblongs fosse EXATAMENTE igual a Os Simpsons. “Por que mexer numa fórmula que funciona?”, diriam eles. Então o meu programa perdeu muito dos seus contornos e se tornou uma série água-com-açúcar em que a família se abraça ao final de cada episódio, em vez de aguém morrer de uma morte horrível. Abraços de família: Nojento.
 
 
Helga, dublada no Brasil por Guilene Conte
NÃO DEIXE –  O desenho tinha personagens muito bons, mas pra mim nenhum se compara à Creepy Susie. Tem também a Helga, tão graciosa. De acordo com as reações do público, qual personagem você acha que era o mais popular?
 
Oblong Eu pensei, enquanto criava a série, que Creepy Susie seria a personagem arrebatadora, mas a emissora não sabia o que era uma garota gótica. Eles estavam fora de sintonia com a sociedade, com a animação moderna, humor, tudo, etc. e se recusaram a dar a Susie mais de uma fala por episódio. O que foi uma pena, uma vez que ela poderia ter carregado o show tranquilamente. Mas eu fiquei feliz que Helga tenha se sobressaído. Helga (dublada por Lea DeLaria, a Boo de Orange is the new black) era hilária. Eu só queria que ela tivesse ficado nua mais vezes. Helga. Não a Lea. Eu já vi a bunda da Lea e não quero ver de novo. Jamais. Embora eu tenha certeza de que ela vai tomar todas e me mostrar de novo. Eca.
 
NÃO DEIXE No Brasil, “Os Oblongs” foi exibido pelo SBT, e alcançou altos índices de audiência (ironicamente, a Warner não lançou os DVDs aqui). Mas o desenho não ficou muito tempo no ar, até porque só foram produzidos poucos episódios. Ainda há chance de a série voltar a ser produzida?
 
Oblong A Warner não irá fazer novos episódios, mas o Adult Swim considerou produzir mais! Então, eis o que os fãs podem fazer. Peçam mais episódios de Os Oblongs! Se humanos suficientes pedirem, eles vão produzir mais!
 
 NÃO DEIXE –  E por falar no Brasil, você conhece alguma coisa daqui? Programas de TV, filmes, música, presidentes…
 
Oblong Eu sei que todo mundo que vive aí é Brazilian (Brasileiro). Eu sei que vocês gostam de jogar soccer (futebol) mas acho que vocês chamam de football (futebol americano). Eu sei que vocês são incrivelmente amigáveis e nenhum de vocês é feio. Eu também acho que quando vocês estão com fome vocês comem comida. Os homens aí têm pênis e as mulheres peitos. Está correto?
 
NÃO DEIXE –  Se você tivesse a chance de escrever um último episódio para “Os Oblongs”, como seria o desfecho dos personagens?
 
Oblong Ótima pergunta! Eu sempre quis que o ÚLTIMO episódio de Os Oblongs terminasse com todos eles morrrendo. Um de cada vez. De horríveis, e criativas formas.
 
NÃO DEIXE – Você já disse que é o Milo do livro. Por que você não é o Milo da TV?
 
Oblong Muito do que o Milo (dublado pela incrivelmente sexy Pamela Adlon), faz & diz sou eu. Eu sou inteiramente medicado, mentalmente insano, alucinógeno, comumente chapado em público e eu tenho a capacidade de fazer cócegas em mim mesmo quando ninguém está vendo.
 
NÃO DEIXE – O que você tem feito desde que a série foi cancelada? Não tem outros projetos para a TV?
 
Oblong Eu tenho criado e montado alguns programas de TV, mas nenhum entrou em produção exceto por alguns pilotos em live action (em oposição aos animados).
Então eu tenho focado os meus esforços em escrever e ilustrar livros. Eu espero ter o meu último romance nas prateleiras até o natal.Seu título é “The Victorian Hotel”. É ambiantado na Inglaterra vitoriana em 1900 e é salpicado com as minhas sensibilidades; humor negro, cenários distorcidos e sexo anal não consensual.
 
Ele não sai de casa sem essa maquiagem
NÃO DEIXE –  Deixe-me perguntar. Por que você anda por aí usando maquiagem? Se isso não é maquiagem, você definitivamente é Krusty, o Palhaço. Ou você só é diferente. Ou, sei lá, você é ator. Já trabalhou em filmes, ou na TV, ou teatro, ou na indústria pornô…?
 
Oblong Eu não ando enquanto coloco a maquiagem.
 
 
NÃO DEIXE – Nós agora percebemos que você tem uma grande simpatia por coisas que a maioria das pessoas acha repulsiva, como mulheres carecas, crianças com um tumor na cabeça (sério, o que é aquilo na cabeça da pequena Beth?), gêmeos siameses, etc. Existe alguma coisa, ou algum assunto, sobre o qual você evita fazer piadas?
 
Oblong Ninguém é sagrado pra mim. Eu tiro sarro de todos vocês. Especialmente negros, porque eles odeiam que tirem sarro deles por serem negros. Tente. É divertido.
A coisa crescendo na cabeça da Beth é um broto ou um tumor. E nós preferimos chamar os gêmeos de xifópagos, e não siameses [NOTA: dá no mesmo].
 
Hora de Aventura, desenho mencionado por Angus
NÃO DEIXE – Você vê televisão? Qual é o seu programa favorito, além de Golden Girls (Supergatas, no Brasil e Sarilhos com Elas, em Portugal)?
 
Oblong Como você descobriu? Golden Girls é um vício MUITO SECRETO que eu tenho. Por favor não conte a todo mundo que eu tenho todas as 7 temporadas em DVD. Eu assisto a muita animação. Eu vejo aquele programa com aquelas pessoas. Eles estão numa casa. Todos se detestam. Eu esqueci como se chama. Mas a minha nova obsessão favorita é Adventure Time (Hora de Aventura). Você já viu?! É muito MASSA! É sobre Jake, o cachorro e Finn, o humano. É feito para crianças, universitários bitolados e retardados, e é fantástico.
 
 
NÃO DEIXE – Obrigado pela entrevista, Sr. Oblong, espero que você volte à TV em breve, com as suas ideias absurdas e muito divertidas. Eu prometo que não vou me matar até que isso aconteça. É isso aí. Greve de suicídio.
 
Oblong Eu acho que você deveria se matar. Mas de uma maneira criativa. Como pressionar o seu rosto em uma frigideira quente por 10 minutos até que você morra. Ou respirar tinta através de um canudo no nariz. Ou amarrar uma corda de piano em torno de sua cintura, amarrar a outra extremidade a um portão de ferro e correr tão rápido quanto você pode até dividir em dois. Certifique-se de filmar isso! Nós todos gostaríamos de ver. Eu amo vocês.
 

Comentários no Facebook